ENERI - PORTUGAL

ENERI - PORTUGAL
1º ENCONTRO de ESTUDANTES de RELAÇÕES INTERNACIOANIS

quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Datas das Frequências e Exames do 3º Ano (1º Semestre)

3º Ano de Relações Internacionais

Frequências
24 de Janeiro - Inglês III
29 de Janeiro - Geopolítica
1 de Fevereiro - Organização das Nações Unidas
6 de Fevereiro - Direito Internacional Público
8 de Fevereiro - História Diplomática
11 de Fevereiro - Economia Internacional

Exames
15 de Fevereiro - Organização das Nações Unidas
18 de Fevereiro - História Diplomática
20 de Fevereiro - Geopolítica
22 de Fevereiro - Economia Internacional


P.S.: Ficam em falta as datas de Alemão, adição para breve.
P.S.: Actualizado.

terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Abertura do Curso de Especialização sobre a Inserção Internacional e Política Externa do Brasil

Conforme divulgado no blog académico da Professora Doutora Raquel Patrício, abriu no ISCSP um Curso de Especialização dedicado à Inserção Internacional e Política Externa do Brasil.

A informação segue-se infra:


UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA
INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS SOCIAIS E POLÍTICAS


A INSERÇÃO INTERNACIONAL E A POLÍTICA EXTERNA DO BRASIL

1º CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO


ANO LECTIVO 2007 - 2008

PROF. AUXILIAR DOUTORA RAQUEL PATRÍCIO

OBJECTIVOS:
A política externa brasileira esteve, durante muito tempo, reservada a certos segmentos da elite agrária e da incipiente burocracia, objectivando garantir a integridade territorial e a legitimidade das fronteiras. Com a Grande Depressão de 1929, chegou ao fim o provincianismo da oligarquia cafeeira e teve impulso a industrialização e a construção de um Estado moderno, com a consequente emergência de uma política externa mais activa, colocada ao serviço da industrialização desenvolvimentista. Os abalos da estrutura do sistema mundial provocados pelo fim da bipolaridade obrigaram o Brasil a procurar novas formas de inserção internacional diante da globalização. Ganha relevo, neste sentido, a aprendizagem da forma como o Brasil se insere hoje, e inseriu ontem, no sistema internacional, bem como da actuação com que, através de uma inteligente política externa, o Brasil tem alcançado os objectivos dessa inserção internacional. São estes, pois, os objectivos fundamentais do Curso, no âmbito da classificação do Brasil como um BRIC.

DESTINATÁRIOS:
O Curso destina-se a todos os interessados na aprendizagem das Relações Internacionais que pretendam adquirir uma formação avançada em matéria de inserção internacional e política externa brasileiras. O Curso destina-se, também, a todos os profissionais que necessitam desse conhecimento para tomar decisões no exercício das respectivas profissões.


FUNCIONAMENTO:
O Curso é composto por vinte horas lectivas, distribuídas por duas horas semanais, num total de dez semanas. As aulas serão leccionadas às Quartas-Feiras, em horário pós-laboral, das 18h30 às 20h30.

PLANO CURRICULAR:
Conceitos e Paradigmas
1.1. Brasil: Inserção Internacional e Política Externa – da Teoria à Prática
1.2. A Política Externa da Agro-Exportação
1.3. A Política Externa da Industrialização
1.4. A Política Externa Neoliberal
1.5. A Política Externa Logística

O Brasil Diante da Globalização
2.1. O Brasil e a ONU
2.2. O Brasil e a OMC
2.3. O Brasil e os Estados Unidos
2.4. O Brasil e a União Europeia
2.5. O Brasil e o Leste Europeu
2.6. O Brasil e os BRIC: Rússia, Índia, China
2.7. O Brasil e o Médio Oriente
2.8. O Brasil e a África Subsaariana
2.9. O Brasil e os Órgãos Multilaterais Globais
2.10. O Brasil e os Órgãos Multilaterais do Sistema Interamericano
2.11. O Brasil e a Integração Regional
2.12. O Brasil e as Relações Intersocietárias
2.12.1. Da Imigração à Emigração
2.12.2. O Turismo
2.12.3. A Cooperação Técnica e Científica

O Brasil e as Relações Regionais
3.1. O Brasil e os Vizinhos da América do Sul
3.2. As Relações em Eixo Argentino-Brasileiras

DURAÇÃO:
De 05 de Março de 2008 a 07 de Maio de 2008.

INSCRIÇÕES:
Inscrições abertas de 07 de Janeiro de 2008 a 29 de Fevereiro de 2008:
Na Secção Pedagógica do ISCSP, através do preenchimento da ficha de inscrição;
Por e-mail, fazendo o download da ficha de inscrição e enviando-a para raquelpatricio@iscsp.utl.pt

CUSTO:
Custo total do Curso: € 300 (trezentos Euros), a dividir da seguinte forma:
€ 100 (cem Euros) no acto de inscrição;
€ 200 (duzentos Euros) a pagar no início das aulas.

DIPLOMA:
No final do Curso será passado um Diploma de Curso de Especialização com nota quantitativa numa escala de 0 a 20 valores.

INFORMAÇÕES:
E-mail: raquelpatricio@iscsp.utl.pt